sexta-feira, 19 de março de 2010

SER PAI É...

4 comentários:

Goldfish disse...

Há aí uns pontinhos em branco que são capazes de enconder outras tarefas relevantes... Mas nas pequenas coisas do dia-a-dia se vê um pai, não tenho dúvidas.

PAS[Ç]SOS disse...

E é também aquela referência que nos faz traçar o caminho duma vida...
e as pegadas que se deixam com a disponibilidade para que possam ser pisadas nos momentos desamparados dos que trouxemos ao mundo!

Girstie disse...

Há alguns que são tudo isto e se calhar mais. Outros que nem por isso.
Eu posso dizer que fui uma felizarda :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Bolas! Ser pai deve ser lixado