segunda-feira, 5 de abril de 2010

PALAVRAS-AO-BLOG

Investigadores s.m. (neste caso plural)

Indivíduos com demasiado tempo livre e muitos recursos (ou vice-versa).
De vez em quando são sujeitos a investigação e chegam a ganhar um Nobel.

5 comentários:

paulofski disse...

Investigadores há muitos. Investir isso sim, é que seria preciso!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu gostava de ser investigador e que me pagassem o suficiente para isso, porque é uma profisão sem risco. Sempre que é divulgado um estudo sobre determinado assunto, dias depois aparece outro a desmenti-lo...
Entretanto, espero que seja uma das participantes no meu desafio que já conta com algumas participações. Vamos lá a arrebitar, que a Promavera já está aí para arrebitar as flores viçosas e os espíritos criativos e bem humorados como o seu. Valeu?

Kok disse...

Mas não deixam de ser importantes e quando sérios obtêm resultados válidos.
Como em tudo, há os bons e os outros.
É desejável que os bons sejam reconhecidos e não sejam prejudicados pelos outros...

Girstie disse...

O meu gajo é digamos que uma espécie de investigador. E infelizmente, tempo livre é coisa que nem sempre tem :( e não tem assim tantos recursos como isso...

Há um grave problema de (des)orientação em Portugal (e talvez fora também) que não ajuda quem quer fazer da investação carreira.
Podia estar aqui horas. :p

Gi disse...

Também tenho investigadores cientistas na família; realmente os portugueses até têm dificuldades, mas os estrangeiros nem por isso.