quinta-feira, 11 de novembro de 2010

EXTRA, EXTRA: É P’R'AMANHÃÃÃÃÃ!!!!

Edição
A Imprensa Nacional Casa da Moeda e a Coordenação Nacional do Ano Europeu contra a Pobreza lançaram, a 5 de Novembro, um livro de contos, de vários escritores de renome e de outros ainda ilustres desconhecidos, entre os quais se encontra uma grande amiga minha e blogger (que os poucos que ainda lêem este blogue, conhecem).
Este livro, com contos de uma enorme sensibilidade ou o tema da Pobreza (em todas as suas vertentes) não fosse, desculpem a redundância, um tema sensível, será colocado à venda, a 4,50 Euros, juntamente com o DIÁRIO DE NOTÍCIAS e JORNAL DE NOTÍCIAS da próxima 6ª feira, 12 de Novembro.
Serão 10.000 exemplares que ficava muito feliz que TODOS os meus amigos fizessem parte dos que o vão adquirir. É um belo presente de Natal, não acham?
Os que compraram avisem-me para eu não vos oferecer de presente. Eheheheh.

PS.: As fotos desta colagem são minhas, claro!

10 comentários:

paulofski disse...

Sim, sim, ficas desde já avisada :). Já estava anotado na minha agenda: Dia 12 vais comprar o JN e o livrinho da Patti, ó cabeça na lua não te esqueças! Só vai faltar o autografozinho da ilustre escritora :)

Mie disse...

Vou dizer ao meu pai para comprar, espero que nao se esqueca.

Precious disse...

Como a Mie, vou pedir ao meu pai que compre o DN na sexta. Senão, bem fica por comprar.

Pitanga Doce disse...

Vou avisar à familia. No dia 4 de dezembro, se puderes, vai à FNAC em Viseu e compra o Páginas Lentas. A finalidade do projeto também é nobre.

Já dei os parabéns à Patti.

Bom dia, Gi e chove!

Luís Maia disse...

vou comprar por certo mas acho que nos deviamos organizar para fazer um grande movimento contra a fome em Portugal deviamos convidar o sr primeiro ministro e o sr presidente do bananal para presidirem à comissão de honra

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu já tenho um exemplar e autografado.

Kok disse...

Não me vou esquecer.
Lá terei de não beber uns cafézitos...

Com tantos milhares de milhões de €uros que são queimados (literalmente) por hora em armamento...
A chatice é que os pobres não dão lucro, ao contrário das fábricas de material de guerra!
É o que temos.
Mas porra, acho que merecemos mais qualquer coisa!!!

Filoxera disse...

Já comprei e li o conto da Patti.
Bom fim-de-semana.

Si disse...

Já cá canta!! :)))))))))))))))

Patti disse...

Com uma semana tão carregada de assuntos e compromissos, até me esqueci de comprar o Jornal de Notícias, onde vinha a minha entrevista.

Não fora alguém que se lembrou...

Obrigada, mais uma vez, Morena por todo o apoio e divulgação.