sexta-feira, 11 de setembro de 2009

COMO TE MUDA A VIDA A CHEGADA DE UM BÉBÉ

  • A 1ª coisa que ele fazia era acordar no fim de uma longa e repousada noite de sono (dormia como uma pedra, Mr. Darcy)e tratar dele.
  • A 1ª coisa que eu passei a fazer foi ser acordada e tirar a mama para dar de mamar.

  • Quando ele ia trabalhar ... sentia-se liberto, era um alívio.
  • Quando eu fui trabalhar senti-me culpada, irritada.

  • Nos seus tempos livres ele lia o jornal, jogava consola, via filmes
  • Nos meus tempos livres, ocupava-me do bébé, da roupa, do médico, da comida ... do bébé.

  • Do que ele sentia mais falta era de sexo.
  • Do que eu sentia mais falta era de dormir.

10 comentários:

Rita disse...

Revejo-me em todos os pontos...
Jokas e bom fim de semana

Gi disse...

E eu a pensar que há 20 anos é que era assim; Mr. Darcy nunca teve muito jeito para bébés, é, no entanto, magnífico com adolescente e jovens adultos ... para quem eu não tenho paciência nenhuma. ;)

CPrice disse...

.. aí está agora a compensação!
Parabéns Mrs. e Mr. Darcy *

Beijo :))

ka disse...

Este post dá para eu o copiar e pôr no dia 4 de Novembro :D

Beijos e Parabéns (mais uma vez) aos pais!!

Gi disse...

Ka: Está à vontade. :))

Sávio Fernandes disse...

Afinal "bebé" tem um acento agudo ou dois?
É uma dúvida que gostava de ver esclarecida mesmo não estando à espera de nenhum para breve.

Pink Panther disse...

Imagina isso, mas a dobrar! LOL

A ti, já passou há varios anos essa fase... eu, ainda estou a vivê-la! Ufff... qd é que acaba????

Beijos

Pink

Gi disse...

Pink Panther: Gémeos é complicado; eu também tenho 2 rapazes com um ano de diferença. :)
Mas vai passar; tem calma, muita calma. Virão outras complicações não tão cansativas, fisicamente, mas cansativas psiquicamente. Somos umas doentes para a vida. :)

Fatima disse...

Eu fui uma felizarda porque os meus filhos têm um pai que fazia de tudo, desde mudar fraldas a dar papas, banhos, etc.

Os filhos crescem rápido e as nossas canseiras vão mudando conforme a idade deles....

M.A. disse...

Mãe recorda tudo isto constantemente...
Mãe continua também a ser um cargo vitalício! E quando avó as coisas continuam iguais, acreditem. Mas é bom, sem dúvida alguma...