terça-feira, 10 de novembro de 2009

IC LÁ SE CHEGOU AO DESTINO ... PERGUNTEM AO VOSSO BANCO! :)

É claro que esta carta não estava em branco.
Apaguei o Banco que a emitiu, apaguei o destinatário, apaguei o corpo da carta que assim fica bem mais insinuante e apelativo.
Em suma, fiz um branqueamento. Uma verdeira operação mãos limpas.
Só deixei mesmo a morada para onde esta carta foi enviada.
Posso adiantar-vos que esta carta começava assim:

Exmo(a) Senhor (a)

O Banco de Portugal remeteu-nos uma listagem de utilizadores de cheques que oferecem risco na qual consta o nome de V.Exª.


Se esta carta chegou ao destino  passo a acreditar que todos os bruxos são carteiros, passo a acreditar que os há e mesmo sem o código postal completo é todo o caminho andado, pelo menos o IC19.

4 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Quando era miúdo,aconteceu um caso que nunca mais esqueci.
Uma tia minha recebeu, vinda do Barsil, uma carta onde apenas constava o nome dela ( Nem sequer o nome de baptismo, mas aquele que era usado em família) e a cidade: Porto.
A carta demorou quase um ano a chegar ao destino, mas chegou. Já não há carteiros assim...

Gi disse...

Um admirador da minha mãe (que estava fora de Goa) fez uma aposta com ela que bastava ele escrever o nome dela e Goa e que a carta chegaria ao destino. E chegou. Tenho que lhe perguntar se demorou muito tempo. :D

Si disse...

Só um pormenor: esta carta também foi escrita pelo Paulofski??

P.S. E não trazia com ela nenhum cheque em branco, que desse carta branca para se poder utilizar quando bem se entendesse? Ai, que boa banca branca seria....

paulofski disse...

Branqueamento de missivas bancárias não é comigo. Agora capitais já é outra conversa! Não fosse eu um homem do norte, carago...