sexta-feira, 5 de março de 2010

AVANÇO DE TEMPORADA ♀♀♀♀

(QUE ALEGRIA) MULHER (QUE TRISTEZA) MULHER
...Porque adorei esta deliciosa  maneira de descrever o momento em que uma menina se torna mulher.

Na tua barriguita e na de todas nós, mujeres, há um baguito de romã que amadurece e Deus manda os seus anjos fazerem o ninho onde pode ser deixada uma semente.  Se a semente não vem, o ninho se desmancha e suas penas de sangue deixam o corpo da mulher.  E outra lua e outro nido e lua atrás de lua e mês atrás de mês e nido atrás de nido, até que a semente venha fecundar o bago de romã.  E assim se forma um fruto de vida que ganhará coração e mãos e tudo.  E será um menino ao fim de nove luas.  Quando a boca do teu corpo expelir pela primeira vez sangue abandonado, serás (que alegria) mujer, (que tristeza) mujer…
In “Os três casamentos de Camilla S.”, Rosa Lobato de Faria

4 comentários:

Precious disse...

Que bela citação, Gi. Bem escolhido.

Patti disse...

E eu sabia :))))))))))))))))))

susana disse...

Perdi esta mulher em vida por não a gostar nas novelas...

Gi disse...

susana: Também não gostava dela nas novelas. :)