quinta-feira, 16 de setembro de 2010

SOPA DE LETRAS #3

NO DIA EM QUE O REI FEZ ANOS
No dia em que o rei fez anos
Acordou com pensamentos insanos
Serei eu algum bandalho?”
Saltou fora do baralho
Virando costas aos manos.

Cheio de corações
e desfilando em calções
Fechou-se em copas
Hoje é sim ou sopas”
disse para os seus botões.

Os reis dos outros naipes
sabendo que ele era de vaipes
Pensaram que estava furibundo
Com algum dito imundo
Crédulos reis dos outros naipes!

O que ele  estava era  feliz
E todo senhor do seu nariz
foi ter com D. Ximénez
A Rainha do Xadrez
Para pôr os pontos nos is.

O Rei de Copas do baralho
era um Valentim do carvalho
Com um tiro certeiro
mesmo não sendo Fevereiro
conseguiu quebrar o galho.

Era uma grande desfaçatez
Gostar da Rainha do Xadrez
No dia em que o rei fez anos
Estando-se nas tintas para os danos
Fez Xeque-mate de vez!

No dia em que o rei fez anos
desfizeram-se os enganos
O Rei de Copas
Não era gay, topas?
Tinha oleado os canos.

6 comentários:

Goldfish disse...

Sorry, não topei nada de nada. Mas sei dizer os nomes dos naipes em inglês, se quiseres fazer mais trocadilhos... :)

Tenho saudades deste blog a todo o vapor!

Vício disse...

um post para o dia 2 de Abril porque o rei de copas simboliza Carlos Magno e ele nasceu a 2 de Abril de 747

paulofski disse...

E com este conto de reis
jogos de cartas e tabuleiro
fiquei um pouco baralhado
não sei se o rei era adorado
ou se era também picheleiro!?

Patti disse...

... houve arraial e foguetes no ar
O povo saiu à rua...

by José Cid

Cloudman disse...

É falar com o Cid que ele faz uma versão nova da música :D

Dono das galinhas disse...

Houve arraial e foguetes no ar...?

Nota-se um esforço por pouca coisa:
numa tarefa "imensa", por os pontos nos ís da "Rainha Ximénes"; afinal são unicamente 2